Pedra Grande - Atibaia - SP

Discussão em 'SP - São Paulo' iniciado por Rocha, 29/8/16.

  1. Rocha

    Rocha Moderator Moderador

    PEDRA GRANDE (ATIBAIA)

    A Pedra Grande em Atibaia tem acesso pela Via D. Pedro I, sentido Via Dutra. Point dos melhores do país para prática de vôo livre. As rochas descritas aqui estão próximas à parte alta da montanha, as famosas "orelhinhas", e na Pedra do vôo, à direita de quem desce a rampa de decolagem, em direção à cidade. As vias são curtas e verticais em granito bem abrasivo, com agarras pequenas e doloridas, grampeação de 1/2 duplicadas nos finais de vias.

    Google Maps

    PEDRAS DO CUME
    1.jpg

    O Conjunto do cume da Pedra Grande de Atibaia, com seus blocos de granito e algumas vias que visualizamos na foto:


    1- CHAMINÉ
    -
    dificuldade: 5º
    -equipto:básico para top-rope.
    -proteção: Grampos de 1/2 no topo.
    -Info: bom trajeto para praticar a técnica de chaminé.

    2- Don't do it - Ruy Fernandes.
    -
    dificuldade: A2+
    -equipto: micronuts, coperheads, pitons.
    -proteção: móvel
    2.jpg

    3- ORELHINHAS
    -
    dificuldade: 4º
    -equipto:básico para top-rope.
    -proteção: equalize na base da orelhinha dois friends médios.
    -Info: pequeno lance em agarras, ótimo para principiantes.

    4- FALANGE VERMELHA
    Fernando Davanzo guiando a via "Falange Vermelha" - 7a. Pelo nome da via, já podemos imaginar como ficam as pontas de nossos dedos ao escalar.


    -
    dificuldade: 7a
    -equipto:10 costuras
    -proteção: Grampos de 1/2 - duplo no topo.
    -Info: via em agarras pequenas e doloridas, bem técnica. Aberta por André Prata/Fernando Davanzo
    3.jpg



    5- HIROTA CURA
    -
    dificuldade: 7a
    -equipto:10 costuras
    -proteção: Grampos de 1/2 - duplo no topo.
    -Info: via em agarras pequenas e doloridas, bem técnica e direta. Aberta por André Prata/Fernando Davanzo/Mário.

    6- FENDA SÉTIMA MORADA
    -
    dificuldade: A1 - 7b
    -equipto:10 costuras, 3 friends médios, 4 nuts médios.
    -proteção: móvel, parada fixa no topo por 2 grampos de 1/2.
    -Info: Cuidado com a árvore atrás em caso de queda. Kether Arruda/André Prata.

    Na mesma rocha em que estão as vias "Hirota Cura" e "Falange Vermelha", mais à esquerda:


    1- MICKEY MOUSE
    -
    dificuldade: 6c
    -equipto:10 costuras
    -proteção: Grampos de 1/2 e parada dupla no topo.
    -Info: escalada em agarras pequenas, abrasivas e de dificuldade constante. Conquista: autoria desconhecida
    4.jpg
    TOP ROPES DO CUME

    Atrás da Pedra das orelhinhas, você encontrará três top-ropes:
    1- PUDIM
    -
    dificuldade: 4
    -equipto:top rope
    -proteção: Parada única no topo em grampo de 1/2.
    -Info: escalada em agarras médias, parede positiva (8-10 metros). Conquista: André Prata.
    2- GELÉIA
    -
    dificuldade: 5
    -equipto:top rope
    -proteção: Parada única no topo em grampo de 1/2.
    -Info: escalada em agarras médias, parede positiva. Conquista: André Prata.
    3- RAPADURA
    -
    dificuldade: 7b
    -equipto:top rope
    -proteção: Parada única no topo em grampo de 1/2.
    -Info: escalada mais vertical, em agarras pequenas e abrasivas. Conquista: André Prata.
    5.jpg
    PEDRA DO VÔO, ABAIXO DO CUME
    6.jpg

    Existem duas vias novas, descendo a pedra onde se decola para os vôos, à direita de quem olha para Atibaia, no conjunto de rochas , na face que se avista a cidade. Pode-se rapelar ou contornar a rocha para atingir a base. Existem dua vias em face (agarras), uma 6a (conquistador Tomás de Campinas) saindo para a direita e outra 6c (conquistador André Prata) em grampos zincados à esquerda de quem sobe. Belas vias, bem seguras. Pode-se optar por sair escalando abaixo do platô inicial, numa pequena fenda de um lance curto e difícil.Mais à direita vê-se uma grande laca com dois grampos acima. É um 6c com proteção em três friends grandes, que se escala em oposição.

    1- SAMURAI
    -
    dificuldade: 6c
    -equipto:12 costuras
    -proteção: Grampos de 1/2 e parada dupla no topo.
    -Info: movimento inicial curto através de uma fenda em 7a, chegando no platô da base. Saindo à esquerda, em agarras pequenas e movimentos delicados. Conquista: André Prata/Fernando Davanzo/Geraldo Ávila.

    2- VIA DO THOMAZ
    -
    dificuldade: 6a
    -equipto:12 costuras
    -proteção: Grampos de 1/2 e parada dupla no topo.
    -Info: movimento inicial curto através de uma fenda em 7a, chegando no platô da base. Saindo reto, em agarras pequenas e movimentos delicados. Conquista: Thomaz Gridi Papp.

    7.jpg
    3- FENDA KETHER
    -
    dificuldade: 6c
    -equipto:6 costuras, 6 friends grandes e médios.
    -proteção: móvel (friends) e parada em grampos de 1/2 no topo.
    -Info: fenda em oposição com movimentos de resistência. Conquista: 1990 - André Prata.
    9.jpg
     
    Última edição: 9/2/17
  2. William Moya

    William Moya Active Member

    01.jpg 02.jpg 03.jpg 04.jpg 05.jpg 06.jpg 07.jpg 08.jpg 09.jpg
     
    Sandra Fava curtiu isso.
  3. Sandra Fava

    Sandra Fava New Member

  4. Robert Wullstein

    Robert Wullstein Moderator Moderador

    Olá Sandra. O melhor local para escalar Boulder em Atibaia é a Pedra Partida. No entanto, não tenho croquis dos Boulders.
     
  5. Robert Wullstein

    Robert Wullstein Moderator Moderador

    Olá Rocha. Permita-me fazer algumas correções. Como conheço a Pedra Grande, inicialmente, não prestei atenção na descrição das vias porem, lendo hoje os croquis encontrei alguns erros:

    Na primeira imagem a numeração das vias n° 1,2, 3 e 6 corresponde a descrição já em relação as vias 4 e 5 (na imagem) a descrição é invertida. N°4 é a Hirota cura e n° 5 é a Falanges vermelhas.

    Na terceira imagem via n° 4 corresponde a descrição; via n°3 é a Hirota cura e a via n°2 é de um conquistador desconhecido, chamado simplesmente via n°3. Via n° 1 não conheço. E, a via Sétima morada não se encontra na mesma rocha, se encontra na rocha atrás

    Abraço
     

Compartilhe esta Página